Diprospan

publicidade

Bula de Diprospan

Diprospan é um medicamento anti-inflamatório esteroide injetável, que combate a problemas nas articulações e músculos, cujo princípio ativo é a Betametasona.

Indicações do Diprospan

Artrite reumatoide, osteoartrite, bursite, espondilite anquilosante, epicondilite, radiculite, coccidinia, ciática, lumbago, torcicolo, cisto ganglionar, exostose, fascite, febre do feno, edema angioneurótico, bronquite alérgica, rinite alérgica sazonal ou perene, doença do sono, picadas de insetos, dermatite atópica (eczema numular), neurodermatite (líquen simples circunscrito), dermatite de contato, dermatite solar grave, urticária, líquen plano hipertrófico, necrobiose lipoídica diabética, alopécia areata, lupus eritematoso discoide, psoríase, queloides, pênfigo, dermatite herpetiforme, acne cística, síndrome adrenogenital, colite ulcerativa, ileíte regional, espru, afecções dos pés (bursite sob heloma duro, hallux rigidus, 5 o dedo varo).

Preço do Diprospan

O preço do Diprospan varia entre R$ 22 e 25, dependendo da região.

Efeitos colaterais do Diprospan

Retenção de sódio, perda de potássio, alcalose hipocalêmica, retenção de líquidos, insuficiência cardíaca congestiva em pacientes susceptíveis, hipertensão, fraqueza muscular, miopatia, perda de massa muscular, agravamento dos sintomas na miastenia gravis; osteoporose; fraturas; necrose asséptica da cabeça do fêmur e do úmero, fratura patológica dos ossos longos; rotura de tendão; instabilidade articular decorrente de repetidas injeções intra-articulares, úlcera péptica com possível perfuração e hemorragia; pancreatite; distensão abdominal, esofagite ulcerativa, comprometimento de cicatrização dos tecidos; atrofia cutânea; adelgaçamento cutâneo; petéquias e equimoses; eritema facial; aumento da sudorese; diminuição ou supressão da reação aos testes cutâneos; reações como dermatite alérgica; urticária, edema angioneurótico), neurológicas (convulsões; aumento da pressão intracraniana com edema de papila (pseudotumor cerebral) usualmente depois de tratamento; vertigem; cefaleia, endócrinas (irregularidades menstruais; desenvolvimento de Síndrome de Cushing; supressão do crescimento na infância e no período intrauterino; falta de resposta adrenocortical e pituitária, particularmente em períodos de estresse, como trauma, cirurgias ou doenças; diminuição da tolerância aos carboidratos, manifestações clínicas de diabetes latente, aumento das necessidades diárias de insulina ou agentes hipoglicemiantes orais), oftálmicas (catarata subcapsular posterior; aumento da pressão intraocular; glaucoma; exoftalmia), metabólicas (balanço nitrogenado negativo devido ao catabolismo proteico) e distúrbios psiquiátricos (euforia; alteração de humor; depressão severa até manifestações psicóticas fracas; mudanças de personalidade, insônias, reações anafiláticas, hipersensibilidade, hipotensão e choque.

Contraindicações do Diprospan

Pacientes com infecções sistêmicas por fungos, em pacientes com hipersensibilidade ao dipropionato de betametasona, fosfato dissódico de betametasona, outros corticosteroides ou a qualquer um dos componentes da fórmula.

Modo de uso do Diprospan

Injeção: 1 a 2 ml na região glútea de acordo com as recomendações médicas.

Links úteis:

publicidade
Dicas por Email

Dicas Grátis de Saúde, Nutrição, Emagrecimento e muito mais.

publicidade

Atenção: O Tua Saúde é um espaço informativo, de divulgação e educação sobre de temas relacionados com saúde, nutrição e bem-estar, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde.

Última atualização do site: 27/08/2014 Última atualização da página: 09/07/2012
© 2007 - 2014 Tua Saúde - Todos os direitos reservados.