Dieta para cálculo renal

publicidade

A dieta para pessoas com cálculo renal deve ser pobre em sal e proteínas e bastante rica em líquidos. Para verificar se está ingerindo a quantidade de água suficiente, preste atenção à urina que deve estar clara, límpida e sem cheiro forte.

Exemplo de dieta para cálculo renal

  • Café da manhã e lanches: suco de maçã com torradas e geleia ou chá de camomila e um pão francês com manteiga sem sal.
  • Almoço e jantar: 50 g de carne ou peixe ou frango grelhado, temperado com pouco ou nenhum sal, acompanhado de arroz e legumes. (A primeira água de cozimento deve ser descartada e os legumes devem ser cozidos novamente).
  • Ao longo de todo o dia beber 2 litros de água.

Todas as dietas devem ser individualizadas, por isso é importante consultar sempre um nutricionista e manter o seu médico, nefrologista, informado sobre o seu plano alimentar. Uma dieta bem feita pode prevenir a formação da pedra nos rins.

Existem vários tipos de cálculo renal e o tratamento pode variar de acordo com o tipo de cálculo, porém o tipo mais comum é composto por oxalato de cálcio. O excesso do consumo de alimentos ricos em proteína ou vitamina C formam oxalatos, que são elementos que se transformam em pedra nos rins.

Alimentos indicados para cálculo renal

Os alimentos indicados para cálculo renal são principalmente os ricos em água, que permitem aumentar a quantidade de líquidos e diluir a urina evitando a formação de cristais e cálculos.

O paciente com pedra nos rins deve beber entre 2 e 3 litros de líquidos por dia, uma boa opção é fazer uma dieta líquida à base de suco de frutas naturais, sopas e água. Assim a produção de urina aumenta e a deslocação do cálculo renal é mais fácil e menos dolorosa.

Alimentos desaconselhados para cálculo renal

Os alimentos desaconselhados para cálculo renal são os alimentos ricos em oxalatos como o espinafre, a beterraba, o cacau, ruibarbo, alguns refrigerantes, chás (como o chá preto, mate ou verde), amendoim, café, bebidas achocolatadas e chocolate, nozes, mariscos e frutos do mar. É também importante eliminar o sal da dieta.

Na dieta para pedra nos rins deve-se evitar especialmente:

  • A proteína, procurando não consumir mais de 100 g por dia.
  • A vitamina C, não ultrapassando as 60 mg por dia, esta vitamina está presente sobretudo nos frutos cítricos.
  • Os laticínios não precisam ser eliminados da dieta, mas devem ser reduzido não ultrapassando a toma de 3 copos de leite por exemplo.

Uma dica boa para evitar a formação da pedra nos rins é cozinhar os vegetais ricos em oxalatos duas vezes, jogando fora a água do primeiro cozimento.

Outras informações importantes sobre cálculo renal

O médico mais indicado para tratar o cálculo renal é o nefrologista que poderá indicar um nutricionista para adaptar a dieta e completar o tratamento da pedra nos rins evitando também a formação de novos cálculos.

Seguir uma dieta para pedra nos rins é parte fundamental do tratamento para ajudar a eliminar  o cálculo, prevenir a formação e facilitar a saída do cálculo renal.

Pessoas que que tenham casos de pedra nos rins na família ou que já tenham tido algum cálculo renal na vida, devem ter sempre uma alimentação orientada pelo médico e nutricionista no sentido de evitar o consumo dos alimentos que facilitam a formação da pedra.

publicidade
Dicas por Email

Dicas Grátis de Saúde, Nutrição, Emagrecimento e muito mais.

publicidade

Atenção: O Tua Saúde é um espaço informativo, de divulgação e educação sobre de temas relacionados com saúde, nutrição e bem-estar, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde.

Última atualização do site: 18/09/2014 Última atualização da página: 02/10/2013
© 2007 - 2014 Tua Saúde - Todos os direitos reservados.