Desenvolvimento do bebê - 33 semanas de gestação

publicidade

O desenvolvimento do bebê com 33 semanas de gestação, que equivale a 8 meses de gravidez, é marcado por movimentações, chutes e pontapés que podem ocorrer durante o dia ou à noite, dificultando o sono da mãe.

Desenvolvimento do feto - 33 semanas de gestação

O desenvolvimento auditivo do feto com 33 semanas de gestação já está quase completo. O bebê já consegue distinguir com muita clareza a voz da mãe e se acalma quando a ouve. Apesar de estar habituado ao som do coração, da digestão e a voz da mãe, ele poderá saltar ou se assustar com sons graves que ele desconhece.

Em algumas ultrassonografias pode-se observar movimentos dos dedinhos das mãos ou dos pés. Aos poucos os ossos do bebê vão ficando cada vez mais fortes, mas os ossos da cabeça ainda não se fundiram com o objetivo de facilitar a saída do bebê durante o parto normal.

Nesta fase todas as enzimas digestivas já estão presentes e se o bebê nascer agora conseguirá digerir o leite. A quantidade de líquido amniótico já chegou ao limite máximo e é provável que nesta semana o bebê vire de cabeça para baixo. Se está grávida de gêmeos é provável que a data do parto esteja próxima pois neste caso, a maior parte dos bebês nasce antes das 37 semanas, mas apesar disso, alguns podem nascer depois das 38, embora isto não seja muito comum.

Tamanho do feto com 33 semanas de gestação

O tamanho do feto com 33 semanas de gestação é de aproximadamente 42.4 centímetros medidos da cabeça ao calcanhar e o peso é de cerca de 1,4 kg. Quando se trata de uma gravidez gemelar, cada bebê poderá pesar cerca de de 1 kg.

Fotos do feto com 33 semanas de gestação

Alterações na mulher com 33 semanas de gravidez

Em relação as alterações na mulher com 33 semanas de gravidez, esta deverá sentir maior desconforto ao fazer as refeições, pois o útero já cresceu o suficiente para pressionar as costelas.

Com a aproximação do parto é bom saber relaxar mesmo sentindo dores, e por isso uma boa dica é respirar profundamente e soltar o ar pela boca. Quando a cólicas surgirem, lembre-se deste estilo de respiração e dê uma caminhada leve, pois isto também ajuda a aliviar a dor da contração.

As mãos, os pés e as pernas poderão começar a ficar cada vez mais inchados, e beber bastante água pode ajudar a eliminar estes líquidos em excesso, mas se houver muita retenção, é bom dizer ao médico pois pode ser uma condição chamada pré-eclampsia, que é caracterizada pela elevação da pressão que pode afetar até mesmo as mulheres que sempre tiveram pressão baixa.

As dores nas costas e nas pernas podem ser cada vez mais constantes, e por isso tente relaxar sempre que possível. 

Links úteis:

publicidade
Dicas por Email

Dicas Grátis de Saúde, Nutrição, Emagrecimento e muito mais.

publicidade

Atenção: O Tua Saúde é um espaço informativo, de divulgação e educação sobre de temas relacionados com saúde, nutrição e bem-estar, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde.

Última atualização do site: 25/07/2014 Última atualização da página: 07/12/2013
© 2007 - 2014 Tua Saúde - Todos os direitos reservados.