Crise de hipertensão

publicidade

Uma crise de hipertensão ou crise hipertensiva é uma doença que pode ocorrer em qualquer idade e se caracteriza por um aumento abrupto da pressão arterial por diferentes causas. Na maioria das vezes, é resultado de um controle inadequado de uma hipertensão arterial já diagnosticada, mas também pode ser encontrada em pessoas que nunca tiveram problemas de pressão.

A crise hipertensiva pode ser de dois tipos:

  • Urgência hipertensiva: ocorre aumento importante nos níveis de pressão arterial, porém não representa risco de morte. Paciente assintomático. Nesses casos, são realizadas apenas medicações orais e não há necessidade de diminuir a pressão em menos de 24h e nem de internamento em hospital.
  • Emergência hipertensiva: aumento súbito da pressão arterial associado a situações graves como infarto agudo do miocárdio, encefalopatia hipertensiva, edema agudo de pulmão, acidente vascular cerebral hemorrágico, dissecção de aorta. Assim, nesses casos, o paciente apresenta sintomas e necessita ser internado. A sua pressão deverá ser normalizada em um período inferior a 1 hora.

Os principais órgãos atingidos numa crise hipertensiva são olhos, coração, cérebro e rim. A emergência hipertensiva pode levar à morte se não for rapidamente revertida, sendo necessária medicação venosa.

Caso identifique que um indivíduo esteja tendo uma crise de hipertensão, recomenda-se levá-lo para o hospital, a fim de evitar que o mesmo corra risco de morte.

publicidade
Dicas por Email

Dicas Grátis de Saúde, Nutrição, Emagrecimento e muito mais.

publicidade

Atenção: O Tua Saúde é um espaço informativo, de divulgação e educação sobre de temas relacionados com saúde, nutrição e bem-estar, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde.

Última atualização do site: 18/09/2014 Última atualização da página: 04/09/2013
© 2007 - 2014 Tua Saúde - Todos os direitos reservados.