Corrimento vaginal

Cosmetis - Cosméticos Importados
publicidade

O corrimento vaginal normal possui consistência aquosa e não possui cheiro, nem cor. No entanto, quando o corrimento apresenta alguma coloração, sendo acompanhado de mau cheiro e de outros sintomas como coceira na vagina, dor ou ador na região íntima feminina, é provável que haja uma infecção e uma consulta com o ginecologista é necessária.

Veja os principais tipos de corrimento vaginal e o que eles podem significar:

Corrimento branco com coceira

O corrimento branco, espesso, que tende a aderir às paredes vaginais e que é acompanhado de coceira e queimação na vulva e na vagina, provavelmente é causada por fungos, sendo chamado de candidíase.

Os sintomas podem piorar durante a semana que antecede a menstruação e ocorre, sobretudo, em mulheres diabéticas, grávidas ou que estejam fazendo uso de antibióticos.

Corrimento branco, acinzentado ou amarelado com mau cheiro

O corrimento branco, acinzentado ou amarelado, com mau cheiro semelhante ao de peixe, pode ser uma infecção bacteriana, como ocorre na clamídia.

Corrimento branco, acinzentado ou amarelado espumoso

O corrimento branco, acinzentado ou amarelado espumoso pode ser causado por protozoário como o Trichomonas vaginalis.

A secreção, geralmente, ocorre logo após a menstruação e pode ter um odor desagradável, e a coceira é intensa.

Corrimento marrom líquido ou com sangue

O corrimento líquido, marrom e, por vezes, com sangue, pode ser causado por câncer de vagina, do colo do útero ou do endométrio.

Corrimento com sangue após a relação

O corrimento com sangue após a relação pode ser uma infecção viral causada pelo vírus HPV , por exemplo.

Como identificar o corrimento vaginal

Para identificar o corrimento, a mulher deve observar o fundo da sua calcinha em uso e o papel higiênico, após a limpeza da vulva depois de urinar.

A fim de identificar o agente causador do corrimento, o ginecologista poderá solicitar exames, como o papanicolau, por exemplo, para que o tratamento seja mais direcionado e mais efetivo. Mas, na maioria das vezes, o ginecologista pode chegar ao diagnóstico somente ao observar os sinais clínicos da mulher.

Tratamento para corrimento vaginal

O tratamento para o corrimento vaginal varia conforme o agente causador. Existem as possibilidades de tomar um medicamento uma só vez, ou tomar um antibiótico durante 3, 7 ou 14 dias, dependendo da gravidade da doença e do tipo de microorganismo envolvido. Com exceção da candidíase, ambos os parceiros devem ser tratados ao mesmo tempo, para evitar a reinfecção.

Links úteis:

Dicas por Email

Dicas Grátis de Saúde, Nutrição, Emagrecimento e muito mais.

Atenção: O Tua Saúde é um espaço informativo, de divulgação e educação sobre de temas relacionados com saúde, nutrição e bem-estar, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde.

Última atualização do site: 24/10/2014 Última atualização da página: 01/08/2014
© 2007 - 2014 Tua Saúde - Todos os direitos reservados.