Cordas vocais inflamadas

publicidade

A inflamação nas cordas vocais pode ser causada por diversos distúrbios como por exemplo calo nas cordas vocais, pólipos e laringite causada pelo abuso vocal, refluxo gastroesofágico ou excesso de bebidas alcoólicas e cigarro.

Sintomas de cordas vocais inflamadas

Os sintomas das cordas vocais inflamadas geralmente incluem:

  • Alteração na voz como rouquidão, voz baixa ou perda da voz;
  • Dor de garganta;
  • Dificuldade para falar;
  • Alteração no tom da voz que pode dificultar o trabalho de oradores  cantores;
  • Paralisia das cordas vocais.

O diagnóstico da inflamação nas cordas vocais pode ser feito pelo médico clínico geral ou otorrinolaringologista através da observação dos sintomas apresentados e pode ser confirmado através de exames que permitem a visualização das cordas vocais como espelhos ou endoscopia alta.

Tratamento para cordas vocais inflamadas

O tratamento para cordas vocais inflamadas varia conforme a gravidade da doença, em alguns casos pode-se indicar que o indivíduo evite falar, poupando ao máximo sua voz e beba bastante água para manter a garganta devidamente hidratada. No entanto, um fonoaudiólogo poderá ser necessário para realizar uma série de exercícios que possam auxiliar na recuperação da voz.

O que se pode fazer para aliviar o desconforto e auxiliar no tratamento das cordas vocais inflamadas é:

  • Poupar ao máximo a voz, evitando falar ou cantar;
  • Sussurrar sempre que possível para comunicar-se;
  • Ingerir no mínimo 2,5 litros de água por dia para manter toda a região da garganta hidratada;
  • Evitar alimentos muito quentes ou muito frios para poupar a garganta.

Quando a inflação nas cordas vocais é causada por doenças mais graves como cistos ou câncer, o médico poderá indicar outros tratamento que podem incluir a toma de remédios e/ou cirurgia.

Link útil:

publicidade
Dicas por Email

Dicas Grátis de Saúde, Nutrição, Emagrecimento e muito mais.

publicidade

Atenção: O Tua Saúde é um espaço informativo, de divulgação e educação sobre de temas relacionados com saúde, nutrição e bem-estar, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde.

Última atualização do site: 26/09/2014 Última atualização da página: 18/09/2013
© 2007 - 2014 Tua Saúde - Todos os direitos reservados.