Como se pega HPV

publicidade

O contato íntimo desprotegido é a forma mais comum de se "pegar HPV", mas esta não é a única forma de transmissão da doença. Outras formas de transmissão do HPV são:

  • Contato pele a pele com o indivíduo infectado com o vírus HPV, bastando que uma área ferida seja friccionada na área infectada do outro;
  • Transmissão vertical: Contaminação de bebês que nascem de parto normal, entrando em contato com a área infectada da mãe.
  • Uso de roupa íntima ou toalhas, mas isso só seria possível se a pessoa vestisse a roupa íntima da pessoa contaminada logo depois que ela a tenha tirado. Esta teoria ainda não é muito aceita entre a comunidade médica, pois carece de comprovação científica mas parece ser uma possibilidade.

Embora o uso do preservativo diminua muito as chances de contaminação com o HPV, se a área contaminada não estiver devidamente coberta pelo preservativo há risco de transmissão. 

Ainda não se sabe todas as formas de transmissão do vírus HPV mas acredita-se que quando não há verrugas visíveis, mesmo que microscopicamente, não possa haver transmissão.

Como tratar o HPV

O tratamento para HPV é lento, mas é a única forma de eliminar as verrugas e evitar a transmissão da doença.

O tratamento é feito com o uso de medicamentos que devem ser aplicados pelo médico e em casa pelo próprio paciente, de acordo com as orientações médicas, por um período de aproximadamente 2 anos ou mais.

É comum que os sintomas da doença desapareçam antes deste período, sendo muito importante manter o tratamento também nesta fase e usar o preservativo para evitar contaminar outros.

Somente o médico, após realizar alguns exames, poderá indicar quando o tratamento deve ser cessado, pelo risco de recidiva da doença.

Veja também se o HPV realmente pode ser eliminado em: HPV tem cura?

    publicidade
    Dicas por Email

    Dicas Grátis de Saúde, Nutrição, Emagrecimento e muito mais.

    publicidade

    Atenção: O Tua Saúde é um espaço informativo, de divulgação e educação sobre de temas relacionados com saúde, nutrição e bem-estar, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde.

    Última atualização do site: 21/10/2014 Última atualização da página: 30/09/2014
    © 2007 - 2014 Tua Saúde - Todos os direitos reservados.