Como identificar a bulimia

publicidade

Para identificar a bulimia sugere-se que o médico observe alguns sintomas e comportamentos do doente, tais como:

  • Preocupação evidente sobre o ganho de peso e apresenta oscilações importantes do peso corpóreo;
  • Uso excessivo de laxantes;
  • Aumento das glândulas salivares das bochechas;
  • Inflamação da garganta;
  • Desgaste dentário e cárie nos dentes;
  • Facilidade em vomitar;
  • Cicatrizes nos nós dos dedos pelo uso dos dedos para a indução do vômito.

Estes sinais e sintomas podem indicar bulimia e por isso é necessário procurar ajuda médica. Uma outra forma de poder identificar a bulimia é responder ao seguinte questionário:

  • Estou obcecado com meu peso e minhas formas físicas?
  • Sinto que a comida está dominando minha vida?
  • Sinto medo de quando começar a comer não conseguir para mais?
  • Sinto-me com medo, envergonhado, culpado ou deprimido depois de comer?
  • Forço o vômito depois de comer, tomo laxantes diariamente, passo muitas horas sem comer nada ou pratico exercícios físico de forma exagerada?

Se respondeu sim para mais de 3 destas perguntas, existe a possibilidade de estar a sofrer de bulimia, e o melhor a fazer é procurar auxílio médico.

É importante identificar e tratar o mais precocemente possível este distúrbio alimentar, já que o vômito auto-induzido pode provocar erosão do esmalte dos dentes, promovendo o desgaste e cáries nos dentes, além das arritmias cardíacas devido a eliminação intensa de potássio e da esofagite devido à passagem frequente se ácido clorídrico.

O tratamento para a bulimia requer paciência. O indivíduo deve ser seguido por um especialista em medicina comportamental e um psicólogo que irá avaliar sua imagem corporal, ouvir suas histórias e ensinar métodos para lidar com situações de estresse, medo e culpa.

Link útil:

 

publicidade
Dicas por Email

Dicas Grátis de Saúde, Nutrição, Emagrecimento e muito mais.

publicidade

Atenção: O Tua Saúde é um espaço informativo, de divulgação e educação sobre de temas relacionados com saúde, nutrição e bem-estar, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde.

Última atualização do site: 15/09/2014 Última atualização da página: 27/09/2013
© 2007 - 2014 Tua Saúde - Todos os direitos reservados.