Coceira na vagina

Cosmetis - Cosméticos Importados
publicidade

A coceira na vagina pode ser sintoma de alergia ou candidíase, por exemplo. Quando ela é causada por uma reação alérgica, a região afetada é, na maior parte das vezes, a mais externa. Neste caso, o uso de calcinhas que não sejam de algodão e de calças jeans, diariamente, podem causar irritação e aumentar a coceira.

Quando a coceira é interna, ela pode ser causada pela presença de algum fungo ou bactéria e o sintoma pode vir acompanhado de inchaço e de corrimento. Muitas vezes, a causa da coceira é a candidíase, uma doença causada pelo desequilíbrio dos fungos que, normalmente, habitam esta região.

Outros sintomas característicos da candidíase são:

  • Coceira na região interna e externa da região íntima da mulher;
  • Corrimento branco, tipo leite coalhado, com ou sem mau cheiro;
  • Dor/ardor ao urinar.

Neste caso o que se recomenda fazer é marcar uma consulta médica e realizar exames para diagnosticar a causa da coceira na vagina.

Tratamento para coceira na vagina

O tratamento para coceira na vagina depende da sua causa. Quando ela é causada pela candidíase, o tratamento pode ser feito com o uso de antifúngicos orais e pomadas para candidíase, receitados pelo ginecologista.

No entanto, quando ela é causada por uma reação alérgica, é importante identificar a causa da alergia para o sucesso do tratamento.

Como evitar a coceira na vagina

Para evitar a coceira na vagina é indicado:

  • Usar roupa íntima de algodão;
  • Ter uma boa higiene feminina, lavando somente a região externa, com sabonete próprio para a região, mesmo após o contato íntimo;
  • Evitar o uso de calças muito justas, para impedir a elevação da temperatura local;
  • Utilizar preservativo em todas as relações, para evitar a contaminação com as DSTs.

Outro fator importante é a alimentação, devendo-se evitar o abuso de doces e de frituras.

Links úteis:

Dicas por Email

Dicas Grátis de Saúde, Nutrição, Emagrecimento e muito mais.

Atenção: O Tua Saúde é um espaço informativo, de divulgação e educação sobre de temas relacionados com saúde, nutrição e bem-estar, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde.

Última atualização do site: 29/07/2014 Última atualização da página: 25/09/2013
© 2007 - 2014 Tua Saúde - Todos os direitos reservados.