Sintomas e tratamento do Citomegalovírus

O citomegalovírus é um vírus da mesma família da herpes, que pode causar sintomas como febre, dor de garganta e inchaço na barriga. Assim como a herpes, esse vírus também está presente na maioria das pessoas, mas só se manifesta quando o sistema imune encontra-se comprometido, como em mulheres grávidas, pessoas com AIDS ou em tratamento contra câncer.

Durante a gravidez, esse vírus é detectado através dos exames do pré-natal, mas geralmente é inofensivo e não provoca nenhuma alteração no bebê, principalmente quando a mulher foi infectada ainda antes de engravidar. No entanto, quando a mulher é infectada durante a gestação, o vírus pode causar problemas como microcefalia e surdez no bebê. Veja mais em Citomegalovírus na gravidez.

Sintomas do citomegalovírus

Normalmente, quando o vírus afeta uma nova pessoa não há sintomas que demonstrem sua presença e por isso é comum que o paciente só descubra que está infectado quando faz algum exame de sangue.

No entanto, os sintomas surgem quando o sistema imunológico está baixo, pois o vírus ganha força e provoca febre, dor de cabeça, dor de garganta e aumento do fígado e do baço, o que deixa a barriga inchada e dolorida.

Sintomas e tratamento do Citomegalovírus

Diagnóstico

O diagnóstico de infecção pelo citomegalovírus é feito através de exame de sangue, que mostra se existem anticorpos contra o vírus. Quando o resultado do exame traz o nome reagente CMV IgM, indica que a infecção pelo vírus ainda está no início, mas se o resultado for reagente CMV IgG, significa que o vírus está presente há mais tempo no organismo, permanecendo, então, por toda vida, assim como acontece com a herpes.

Tratamento

O tratamento contra o citomegalovírus é feito com remédios para aliviar os sintomas da doença e, nos casos mais graves, com medicamentos antivirais, que ajudam a combater o vírus.

O tratamento dura cerca de 14 a 30 dias, mas é importante lembrar que ainda não existem remédios que eliminam completamente o vírus do organismo.

Complicações do citomegalovírus

As complicações do citomegalovírus ocorrem principalmente em pessoas com o sistema imune deficiente, e em adultos as complicações normalmente são cegueira e perda dos movimentos das pernas, enquanto em crianças o vírus pode causar problemas como:

  • Retardo mental;
  • Atraso no desenvolvimento;
  • Cegueira;
  • Convulsões;
  • Paralisia cerebral;
  • Defeitos na formação dos dentes.
  • Paralisia de algumas partes do corpo, principalmente dos membros inferiores;
  • Surdez.

Além disso, durante a gravidez esse vírus pode causar complicações para o bebê como microcefalia, surdez, anemia, manchas na pele e convulsões.

Como ocorre a transmissão do vírus

A transmissão do citomegalovírus pode ocorrer através do contato com secreções do corpo, como as da tosse e da saliva, através do contato íntimo com uma pessoa infectada ou por meio do compartilhamento de objetos contaminados, como copos, talheres e toalhas.

Além disso, o vírus também pode ser transmitido através de transfusões sanguíneas ou de mãe para filho, principalmente quando a mulher grávida é infectada durante a gestação.

Além do citomegalovírus, o Zika vírus também pode causar microcefalia em bebês.

Mais sobre este assunto: