Cirurgia para Endometriose

PUBLICIDADE

A cirurgia para endometriose é feita na maior parte dos casos com videolaparoscopia, que consiste em fazer pequenos buraquinhos no abdômen para inserir instrumentos que permitem retirar ou queimar o tecido endometrial que se encontra danificando outros órgãos como ovários, região exterior do útero, bexiga ou intestinos, por exemplo.

Geralmente, a cirurgia para endometriose só está indicada para mulheres inférteis ou que não desejam ter filhos, pois, nos casos mais graves, existe o risco de ser necessário retirar os ovários ou o útero, tornando a mulher infértil. Assim, a cirurgia é sempre aconselhada nos casos de endometriose profunda no qual o tratamento com hormônios não apresenta qualquer tipo de resultado e existe risco de vida.

PUBLICIDADE

Já nos casos de endometriose leve, embora seja raro, a cirurgia também pode ser usada juntamente com outros tipos de tratamento para aumentar a fertilidade através da destruição dos pequenos focos de tecido endometrial que estão crescendo fora do útero e dificultando a gravidez.

Veja quais os outros tipos de tratamento em: Tratamento para endometriose.

Preço da cirurgia para endometriose

O valor da cirurgia para endometriose varia de 5 a 15 mil reais, dependendo do tipo de cirurgia que é preciso realizar e dos órgãos que é necessário remover. A cirurgia para endometriose não é coberta pela maioria dos planos de saúde, mas em alguns casos pode ser realizada pelo SUS.

Recuperação após a cirurgia para endometriose

A cirurgia para endometriose é feita sob anestesia geral num hospital e, por isso, é necessário ficar internado, pelo menos durante 24 horas no hospital para avaliar se existe alguma hemorragia e para recuperar totalmente do efeito da anestesia.

Já a recuperação completa após a cirurgia para endometriose pode variar ente 14 dias a 1 mês e durante este período é recomendado:

  • Ficar em casa de repouso, não sendo necessário permanecer constantemente na cama;
  • Evitar esforços excessivos como trabalhar, limpar a casa ou levantar objetos mais pesados que um quilo de arroz;
  • Não fazer exercício físico durante o primeiro mês após a cirurgia;
  • Evitar relações sexuais durante as primeiras 2 semanas.

Além disso, é importante fazer uma alimentação leve e equilibrada, assim como beber cerca de 1,5 litros de água por dia para acelerar a recuperação.

Durante o período de recuperação pode ser necessário fazer algumas consultas regulares no ginecologista para verificar o estado de evolução da cirurgia e avaliar os resultados da cirurgia.

Riscos da cirurgia para endometriose

Os riscos da cirurgia para endometriose estão principalmente relacionados com a anestesia geral e, por isso, quando a mulher não tem alergia a qualquer tipo de medicamentos, geralmente os riscos são bastante reduzidos.

Além disso, como em qualquer cirurgia, existe o risco de desenvolver infecção. Assim é recomendado ir ao pronto-socorro quando surge febre acima de 38º C, aparece dor muito forte no local da cirurgia, surge inchaço no local dos pontos ou há aumento da vermelhidão no local da cirurgia.

No entanto, em alguns casos o tratamento da endometriose envolve a retirada do útero através de uma cirurgia de histerectomia. Veja quando a retirada do é necessária e quais os cuidados necessários após a cirurgia.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE