Candidíase Oral

publicidade

A candidíase oral, também conhecida como “sapinho”, é uma doença causada por fungos na boca, que se desenvolve quando o sistema imune encontra-se enfraquecido.

A candidíase oral pode ser transmitida através do contato direto com a região afetada, podendo acontecer também durante o parto normal. Por isso se a mãe tiver candidíase vaginal, durante o parto normal ela pode transmitir a doença ao bebê. Neste caso ele poderá desenvolver a candidíase na boca, por exemplo.

Sintomas da candidíase oral

Os sintomas da candidíase oral são o aparecimento de:

  • Placas esbranquiçadas na boca, parte interna das bochechas, língua ou garganta.

Geralmente elas não causam dores, mas se esfregar a mucosa afetada removendo as placas brancas, podem gerar algum sangramento. 

Fotos da candidíase oral

Causas da candidíase oral

As causas da candidíase oral estão intimamente relacionadas ao enfraquecimento do sistema imune. Um indivíduo pode desenvolver candidíase na boca quando está doente ou quando está com o sistema imune enfraquecido e beija alguém na boca que está com sapinho, por exemplo.

O desenvolvimento da candidíase oral ocorre especialmente nos seguintes casos:

  • Diabetes;
  • Tratamento com antibióticos, quimioterapia e corticoides por mais de 15 dias;
  • Pacientes com AIDS, leucemia, câncer e Síndrome de Down;
  • Realização de cirurgia recente, particularmente do intestino grosso;
  • Recém-nascidos de baixo peso e idosos;
  • Uso de dentadura;
  • indivíduos que passaram por um transplante de órgãos ou de medula óssea;
  • Viciados em drogas ilícitas;
  • Indivíduos subnutridos.

O diagnóstico da candidíase oral é feito com base nos sintomas e em caso de dúvida, o médico pode raspar as lesões com uma pequena espátula e enviar o material para análise laboratorial.

Tratamento da candidíase oral

O tratamento da candidíase oral é baseado na eliminação dos fatores que predispõem à doença e aplicação de pomada antifúngica nas lesões ou uso de comprimidos. Os remédios mais comuns são o Fluconazol, Anfotericina e Nistatina, durante 5 a 7 dias.

Durante o tratamento da candidíase na boca é importante alguns cuidados como:

  • Escovar os dentes com escova de dentes com cerdas macias;
  • Fazer bochechos de água com com água oxigenada a 3%, após escovar os dentes;
  • Lavar a boca após cada uso da "bombinha da asma".

Se o paciente seguir o tratamento corretamente a cura do sapinho pode ser alcançada em menos de 1 semana.

Links úteis:

Dicas por Email

Dicas Grátis de Saúde, Nutrição, Emagrecimento e muito mais.

publicidade

Atenção: O Tua Saúde é um espaço informativo, de divulgação e educação sobre de temas relacionados com saúde, nutrição e bem-estar, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde.

Última data de atualização do site: 21/04/2014 Última data de atualização da página: 25/03/2014
© 2007 - 2014 Tua Saúde - Todos os direitos reservados.