Candidíase Crônica

publicidade

A candidíase crônica caracteriza-se pela presença de 4 ou mais episódios diferentes de candidíase no mesmo ano.

Geralmente, a candidíase torna-se crônica quando a sua causa não é eliminada, sendo uma situação comum nos casos de enfraquecimento do sistema imune.

A candidíase crônica tem cura quando é possível eliminar a sua causa e, por isso, o paciente deve fazer o tratamento recomendado pelo médico.

Tratamento para candidíase crônica

O tratamento para candidíase crônica deve ser iniciado com a pesquisa pela causa da infecção, para que depois possam ser receitados remédios adequados ao cada caso.

Um tratamento muito utilizado para candidíase causada pelo fungo Candida albicans é a ingestão de Fluconazol oral, pelo menos 1 vez por semana durante 6 meses consecutivos.

Já nos casos de infecção por outros organismos, o tratamento para candidíase crônica pode ser feito com o uso de ácido bórico, por exemplo.

Candidíase crônica na gravidez

A candidíase crônica na gravidez pode surgir mais frequentemente, porque neste período a mulher sofre várias alterações que podem enfraquecer o sistema imune ou alterar o pH da vagina, tornando mais fácil o desenvolvimento de candidíase.

O tratamento para candidíase crônica na gravidez deve ser iniciado o mais rápido possível sob indicação do ginecologista ou obstetra, de forma a evitar a transmissão para o bebê durante o parto.

Além disso, para evitar o surgimento de vários episódios de candidíase, a grávida deve utilizar roupa de algodão pouco apertada e ter boa higiene corporal e oral.

Sintomas da candidíase crônica

Os sintomas da candidíase crônica no homem ou na mulher são os mesmos apresentados no primeiro episódio de candidíase. Por isso, quando acontece na região genital, poderá haver:

  • Irritação e coceira na região genital;
  • Dor durante o contato íntimo;
  • Corrimento branco;
  • Placas esbranquiçadas no pênis

Porém, quando a candidíase afeta a região oral pode causar:

  • Placas esbranquiçadas na boca, língua e garganta;
  • Dor ou ardência ao engolir.

O diagnóstico do candidíase crônica, geralmente, é feito através da análise dos sintomas pelo ginecologista, no caso da mulher, urologista, no caso do homem, ou pediatra, no caso do bebê e criança.

Links úteis:

publicidade
Dicas por Email

Dicas Grátis de Saúde, Nutrição, Emagrecimento e muito mais.

publicidade

Atenção: O Tua Saúde é um espaço informativo, de divulgação e educação sobre de temas relacionados com saúde, nutrição e bem-estar, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde.

Última atualização do site: 18/09/2014 Última atualização da página: 21/05/2014
© 2007 - 2014 Tua Saúde - Todos os direitos reservados.