Sintomas, Tratamento e Cura do Câncro Mole

O cancro mole é uma doença sexualmente transmissível, cujo agente causador é a bactéria Haemophilus ducreyi, que apesar do nome sugerir não é um tipo de câncer.

O cancro mole é caracterizado por feridas na região genital, de formato irregular, que surgem de 3 a 5 dias após a relação desprotegida e o seu tratamento pode ser feito com antibióticos.

O cancro mole tem cura, no entanto, o cancro mole não cura sozinho, sendo necessário tomar o antibiótico até a data informada pelo médico. Enquanto o tratamento não começar a ser realizado a doença continuará sendo transmitida em cada relação sexual.

O cancro mole também é conhecido por úlcera mole venérea, cancroide, cancro venéreo simples e por vezes, pode ser confundido com a sífilis.

Sintomas do cancro mole

Inicialmente surge: dor de cabeça, febre e fraqueza e logo a seguir surgem:

  • Feridas dolorosas na região genital com borda e fundo irregular, com secreção amarelo-esverdeada e purulenta;
  • Gânglios linfáticos inguinais podem ficar inchados, doloridos ou até mesmo vazar apresentando pus e sangue.
Fotos do cancro moleFotos do cancro mole

Estas feridas podem aparecer nos órgãos genitais masculinos e femininos ou no ânus e, por isso, podem causar dor durante o contato íntimo e para evacuar. Elas também podem ser encontradas nos lábios, boca e garganta.

As áreas que costumam ser mais afetadas são o freio da cabeça do pênis e a parte interna dos grande lábios nas mulheres. Apesar disso, as mulheres podem não apresentar nenhum sintoma e a descoberta da doença pode ser feita numa consulta de rotina.

Como saber se é cancro mole

Para o diagnóstico do cancro mole deve-se ir oa ginecologista ou urologista para que ele observe os genitais à procura de feridas ou lesões. Para confirmar a doença pode ser preciso fazer exames que incluem uma raspagem da ferida e envio para análise laboratorial.

Além disso, como a doença é um pouco parecida com a sífilis, o médico poderá pedir também um exame de sangue específico para sífilis, o VDRL, que deve ser repetido 30 dias depois do início do tratamento.

Diferenças entre cancro mole a sífilis:

Cancro moleCandro duro (Sífilis)
Tempo de incubação: 2 a 5 diasTempo de incubação: 21 a 30 dias
Várias feridasÚnica ferida
Base da ferida é moleBase da ferida é dura
Íngua inflamada e dolorida em apenas um ladoÍnguas inchadas dos dois lados
Causa dorNão causa nenhuma dor

Como ocorre em toda suspeita de DST o médico também poderá solicitar exames para identificar o vírus HIV.

Tratamento para cancro mole

Para o tratamento do cancro mole recomenda-se a ingestão de antibióticos e medidas básicas de higiene. Saiba mais detalhes do tratamento clicando aqui.

Os remédios que podem ser indicados pelo médico podem ser:

  • Azitromicina (1 g dose única) Via Oral (comprimido);
  • Ceftriaxona (1 g dose única) Intra Muscular (injeção);
  • Tianfenicol (5 g dose única) Via Oral (comprimido);
  • Ciprofloxacina por 3 dias;
  • Tetraciclina por 15 dias;
  • Sulfametoxazol e trimetropim ​por 10 dias;
  • Eritromicina por 7 dias.

A prevenção do cancro mole pode ser feita através do uso de preservativo em todas as relações sexuais, mas durante o tratamento o contato íntimo é desaconselhado para acelerar a cura. Além disso, o parceiro também deve ser tratado ao mesmo tempo.

Veja como usar a camisinha para se proteger dessa doença:

Para complementar o tratamento, se a região pélvica estiver muito dolorida por causa do gânglio linfático inflamado, o que popularmente é conhecido como íngua, o médico pode aliviar o desconforto retirando a parte líquida com uma injeção.

Mais sobre este assunto: