Biópsia do útero

publicidade

A biópsia do útero é um exame de diagnóstico utilizado para identificar, em laboratório, possíveis alterações no tecido de revestimento do útero que possam indicar crescimento anormal do endométrio, infecções do útero e, até, câncer.

Geralmente, a biópsia do útero é recomendada pelo ginecologista quando surgem alterações anormais no sistema reprodutor feminino, como sangramento excessivo fora do período menstrual, dor pélvica ou dificuldade para engravidar, por exemplo.

A biópsia do útero pode ser dolorosa e, por isso, em alguns casos, o médico pode utilizar anestesia local para reduzir o desconforto da mulher.

Como é feita a biópsia do útero

A biópsia do útero, normalmente, é feita no consultório do ginecologista, da seguinte forma:

  1. A mulher é colocada na cadeira do ginecologista sem calcinha, mas coberta por um lençol;
  2. O ginecologista insere um pequeno aparelho lubrificado na vagina, chamado de espéculo;
  3. O médico faz uma lavagem do colo do útero e aplica a anestesia local, podendo provocar uma pequena câimbra abdominal;
  4. O ginecologista insere outro aparelho na vagina, conhecido como colposcópio, para retirar um pequeno pedaço de tecido do útero.

Geralmente, a biópsia dura cerca de 5 a 15 minutos e depois do exame o médico coloca a amostra retirada num frasco que será enviado para ser analisado ao microscópio no laboratório.

Resultado da biópsia do útero

Os principais resultados da biópsia do útero são:

  • Biópsia negativa ou normal: não existem alterações nas células do útero ou qualquer outro tipo de lesão e o útero apresenta a espessura necessário para o momento do ciclo menstrual em que a mulher se encontra;
  • Biópsia positiva ou anormal: este resultado pode apresentar vários significados, como pólipo uterino, crescimento anormal do tecido do útero, infecção por HPV, câncer do colo do útero ou câncer do útero.

O resultado da biópsia do útero deve sempre ser avaliado por um ginecologista para fazer o diagnóstico correto e iniciar o tratamento adequado.

Veja como identificar os sinais precoces de problemas no útero:

publicidade
publicidade