Ataque Cardíaco

publicidade

O ataque cardíaco, cientificamente chamado de infarto agudo do miocárdio, é caracterizado pela morte de parte do tecido que forma o coração, que geralmente é causado pelo entupimento das artérias devido ao processo da aterosclerose. Seus principal sintoma é a dor no peito em forma de aperto, mas por vezes, o indivíduo pode apresentar dores como pontadas, furadas, queimação ou até mesmo sintomas mais inespecíficos como tonturas, mal- estar, sudorese, náusea que podem surgir até mesmo, meses antes do ataque cardíaco acontecer.

Sintomas de uma ataque cardíaco

Os sintomas de um ataque cardíaco incluem:

  • Dor no peito, que irradia para o braço, pescoço ou costas;
  • Sensação de enjoo e por vezes, de dor de estômago ou má digestão,
  • Falta de ar;
  • Palidez;
  • Suor frio;
  • Tontura. 

Outros sintomas prévios que também podem indicar um infarto são:

  • Dor de estômago, em forma de aperto, como se tivesse um peso em cima;
  • Dor nas costas;
  • Sensação de gases no estômago;
  • Enjoo;
  • Mal estar;
  • Falta de ar;
  • Desmaio.

Estes sintomas podem surgir alguns dias antes do ataque cardíaco ou surgir de forma repentina e ir piorando progressivamente. 

Em caso de suspeita de um ataque cardíaco, deve-se chamar uma ambulância ligando para o número 192 (SAMU).

Causas do ataque cardíaco

O ataque cardíaco pode ser proporcionado por situações de stress ou excesso de exercício físico, mas geralmente ele deve-se ao entupimento das artérias que irrigam o coração.

Diagnóstico do ataque cardíaco

O diagnóstico de um ataque cardíaco pode ser feito pelo médico após a observação dos seus sinais e sintomas e realização de exames como Eletrocardiograma ( ECG) e dosagem de enzimas cardíacas no sangue. Na forte suspeita de infarto, ou seja, se houver alteração de ECG e/ ou de exames laboratoriais que sugiram a doença, pode ser indicado um cateterismo cardíaco. Ele é indicado em todos os tipos de infarto agudo do miocárdico. O que vai mudar é o momento em que ele será realizado. No tipo mais grave, há indicação de realizar o cateterismo em até 90 minutos do inicio dos sintomas. Em outros, podem ser realizados em 48 horas a depender de cada caso. 

Tratamento para ataque cardíaco

O tratamento após um ataque cardíaco é fundamental para garantir a vida do indivíduo. O tempo para o início do tratamento é muito importante. Quanto menor o tempo, menos músculo cardíaco é perdido. Inicialmente, quando existe a suspeita de infarto, são feitas algumas medicações como a aspirina ou AAS, dentre outras. Além disso, é importante oferecer oxigênio em cateter nasal para o paciente e conectá-lo a um monitor cardíaco.  Depois de diagnosticada, pode ser tratada com medicação venosa ( trombolítica) que dissolve as placas e permite a passagem do sangue ou angioplastia ou até mesmo cirurgia cardíaca. Isso dependerá de cada caso e do que vai ter disponível no local de atendimento.

Ataque cardíaco fulminante

Quando o ataque cardíaco ocorre de forma fulminante (de repente, instantâneo) deve-se levar o indivíduo para o hospital o mais rápido possível. Muitos acabam morrendo antes mesmo de chegarem ao hospital. Condição muito grave que chega de repente e, se não tratada a tempo, leva a morte.

Dicas por Email

Dicas Grátis de Saúde, Nutrição, Emagrecimento e muito mais.

publicidade

Atenção: O Tua Saúde é um espaço informativo, de divulgação e educação sobre de temas relacionados com saúde, nutrição e bem-estar, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde.

Última data de atualização do site: 17/04/2014 Última data de atualização da página: 01/08/2013
© 2007 - 2014 Tua Saúde - Todos os direitos reservados.