Ancilostomíase

PUBLICIDADE

A ancilostomíase ou ancilostomose, popularmente conhecida como amarelão, é uma doença causada por vermes parasitas que provoca sintomas como lesões na pele, tosse, dor de barriga, diarreia ou anemia e que geralmente é tratada com remédios antiparasitários como o Albendazol durante 3 dias seguidos.

Os agentes causadores ou agentes etiológicos da ancilostomíase são o Ancylostoma duodenale ou Necator americanus e a doença pode ser transmitida através da penetração do parasita pela pele, quando se anda descalço em solo contaminado, principalmente nos países de clima quente e úmido ou através da ingestão de alimentos contaminados com o parasita.

Sintomas da Ancilostomíase

Os sinais e sintomas da ancilostomíase ou ancilostomose incluem:

  • Lesão no local da pele onde a larva penetrou com vermelhidão, coceira e irritação;
  • Tosse;
  • Respiração com ruído;
  • Dor de barriga;
  • Diarreia;
  • Perda de apetite e perda de peso;
  • Perda de sangue que causa anemia;
  • Atraso no crescimento e desenvolvimento mental em crianças.

O diagnóstico da ancilostomíase é feito através de exame de fezes, que detectam a presença dos vermes no organismo, ou de um exame de sangue.

Tratamento para Anciolostomíase

O tratamento para a ancilostomose geralmente é feito com remédios antiparasitários, como o Albendazol ou Mebedazol, durante 3 dias consecutivos, para eliminar o parasita do organismo. Além disso, o médico também pode prescrever suplementos de ferro caso o paciente tenha anemia.

Ciclo biológico da Anciolostomíase

O ciclo de vida da ancilostomíase ou ancilostomose pode ser representado da seguinte forma:

Ancilostomíase

Desta forma, a transmissão da ancilostomíase é feita através da penetração do parasita pela pele, principalmente dos pés, mãos, pernas ou nádegas, ou pela ingestão dos vermes em alimentos contaminados mal cozidos ou lavados.

Indivíduos que moram em zonas rurais têm maior probabilidade de serem infectados devido ao constante contato com o solo ao andar descalço.

Prevenção da Ancilostomíase

Para evitar a contaminação com este verme é importante evitar andar descalço, de forma a evitar o contato direto com o solo e ter bons hábitos de higiene pessoal e alimentar, como lavar bem os alimentos antes de os consumir e lavar as mãos antes de manipular os alimentos, por exemplo.

Saiba mais sobre outras parasitoses em:

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE