Alergia ao leite

publicidade

A alergia ao leite ocorre quando o sistema imunológico não reconhece as proteínas do leite de vaca e, por isso, desenvolve uma reação exagerada provocando sintomas como diarreia ou dores abdominais.

Quando se verifica a alergia ao leite de vaca é importante retirar da alimentação todos os alimentos que possuem leite ou vestígios de leite, como:

  • leite de vaca, leite achocolatado, bebidas lácteas, leite sem lactose, leite fermentado;
  • biscoitos, bolachas, bolos, tortas, pão feitos com leite;
  • iogurte, queijo, requeijão, manteiga, natas, chantilly;
  • leite condensado, creme e doce de leite, sorvete, chocolate de leite, pudim de leite;
  • purê de batata com leite, molho branco.

A mãe pode continuar amamentando o bebê que possui alergia ao leite de vaca, pois o bebê não tem alergia ao leite humano, mas ela deverá seguir uma dieta sem leite de vaca. Bebês que não são amamentados podem recorrer ao uso de leite de vaca especial, isento de lactose e caseína, ou leites de soja com cálcio adicionado, indicados pelo médico.

Sintomas da alergia ao leite

Os sintomas da alergia ao leite de vaca são:

  • Diarreia;
  • Prisão de ventre;
  • Cólicas;
  • Irritabilidade;
  • Refluxo;
  • Vômito;
  • Coceira e vermelhidão na pele;
  • Emagrecimento;
  • Urticária.

Estes sintomas se iniciam assim que o bebê toma o leite de vaca pela primeira vez e vão piorando com o passar dos dias.

Alergia ao leite materno

A alergia ao leite materno pode acontecer devido a um problema genético ou devido à alimentação da lactante que pode passar para o leite materno substâncias que sejam alérgicas para o bebê.

Durante a amamentação, é importante que a lactante tenha um alimentação moderada e sem exageros, dando preferência a legumes, frutas, cereais integrais, peixes, carnes magras e evitando gorduras em excesso, vegetais de folha verde-escuro, como a couve manteiga, ou ovo e leite em excesso porque são alimentos que passam substâncias para o leite materno que podem provocar problemas intestinais no bebê.

Quando a alergia tem origem genética, a alternativa é utilizar um leite hipoalergênico indicado pelo pediatra.

Diferenças entre alergia ao leite e intolerância à lactose

A alergia ao leite é diferente da intolerância à lactose. Na alergia ao leite, o sistema imune da criança rejeita a proteína do leite de vaca enquanto que, na intolerância à lactose, o organismo do indivíduo não consegue digerir parte do leite.

A alergia ao leite ocorre nas crianças pequenas e a intolerância à lactose, geralmente, surge na vida adulta e não há correlação de uma doença com a outra.

Link útil:

publicidade
Dicas por Email

Dicas Grátis de Saúde, Nutrição, Emagrecimento e muito mais.

publicidade

Atenção: O Tua Saúde é um espaço informativo, de divulgação e educação sobre de temas relacionados com saúde, nutrição e bem-estar, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde.

Última atualização do site: 22/10/2014 Última atualização da página: 04/06/2014
© 2007 - 2014 Tua Saúde - Todos os direitos reservados.