Adenocarcinoma

publicidade

O adenocarcinoma é um câncer que pode afetar as glândulas e todos os órgãos excretores e por isso ele pode se desenvolver na próstata, no estômago, no intestino, nos pulmões, nas mamas, no pâncreas e em praticamente todos os órgãos do corpo. De forma geral os adenocarcinomas são um câncer de difícil remoção cirúrgica, com crescimento rápido e de caráter bastante agressivo pois facilmente geram metástases.

Alguns exemplos de adenocarcinomas são:

  • Adenocarcinoma na próstata;
  • Adenocarcinoma gástrico;
  • Adenocarcinoma tubular;
  • Adenocarcinoma de intestino e
  • Adenocarcinoma de pulmão.

O adenocarcinoma pode ser classificado como sendo:

  • Adenocarcinoma in situ;
  • Adenocarcinoma invasivo;
  • Adenocarcinoma pouco diferenciado e
  • Adenocarcinoma moderadamente indiferenciado.

Para o diagnóstico do adenocarcinoma o médico clínico geral poderá observar os sintomas apresentados e solicitar exames de sangue e ultrassom, radiografia ou ressonância magnética para avaliar o bom funcionamento do órgão supostamente afetado. Se houver suspeita de câncer, poderá solicitar ainda uma biópsia do tecido afetado e com o diagnóstico da doença enviar o paciente para um oncologista para o devido tratamento.

Tratamento para adenocarcinoma

O tratamento para adenocarcinoma varia conforme a localização do tumor mas geralmente as opções de tratamentos incluem radioterapia, quimioterapia e a retirada do tumor através de cirurgia. Os adenocarcinomas costumam ser agressivos, as chances de cura são baixas e por isso o prognóstico é muito individualizado. Entretanto é muito importante conversar com o médico sobre as opções de tratamento, suas consequências e seus benefícios antes de decidir quando e onde iniciar o tratamento.

Adenocarcinoma na próstata

O adenocarcinoma na próstata, também conhecido por câncer de próstata, é de lenta evolução e nem sempre gera sintomas, e muitas vezes pode ser descoberto num exame de rotina como o PSA e o exame do toque retal onde o médico proctologista consegue palpar um nódulo na próstata. Seu tratamento pode ser feito com radioterapia, quimioterapia e hormonioterapia, e a retirada da próstata pode representar a sua cura. Entretanto quando a doença é diagnosticado precocemente nem sempre há necessidade da retirada cirúrgica da próstata.

Adenocarcinoma gástrico

O adenocarcinoma gástrico é um câncer de estômago que geralmente está relacionado a uma gastrite ou úlcera gástrica, que pode gerar sintomas como perda do apetite, má digestão, dor no estômago e anemia. Seu tratamento pode ser feito com radioterapia e quimioterapia, mas muitas vezes a única chance de cura é a retirada completa do tumor.

Adenocarcinoma de intestino

O adenocarcinoma de intestino afeta geralmente o cólon e é assintomático na fase inicial da doença, no entanto seus sintomas podem incluir: dor abdominal, prisão de ventre ou diarreia, e presença de sangue nas fezes. Seu tratamento pode ser feito com

O adenocarcinoma tubular também afeta o intestino causando os mesmos sintomas, entretanto o tratamento pode ser ligeiramente diferente. 

Adenocarcinoma de pulmão

O adenocarcinoma de pulmão é assintomático no início da doença, mas seus sintomas podem incluir tosse com sangue, dor no peito e dificuldade para respirar. Seu tratamento pode ser feito através da radioterapia, quimioterapia e cirurgia para retirada do tumor, ou através da combinação entre estes três. O câncer de pulmão costuma ser bastante agressivo e as chances de cura são maiores quando a doença é descoberta precocemente.

publicidade
Dicas por Email

Dicas Grátis de Saúde, Nutrição, Emagrecimento e muito mais.

publicidade

Atenção: O Tua Saúde é um espaço informativo, de divulgação e educação sobre de temas relacionados com saúde, nutrição e bem-estar, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde.

Última atualização do site: 18/09/2014 Última atualização da página: 11/09/2013
© 2007 - 2014 Tua Saúde - Todos os direitos reservados.